Filhinha dos meus sonhos II

Laiane ja começava a a me abraçar forte antes mesmo de meu pau estar todo dentro, enterrei tudo e comecei a cutucar na posiçao normal beijando ela, sai da boca e fui em seu ouvido, respirando, ela pedia ahhhh papaizinho mete com força, sou sua, a cada cutucava eu incentivava: mexe gostoso minha putinha, vem cadelinha, toma safada, ela ja tava quase gozando quando fui no seu pescoço, a gente ia ficar uma semana no hotel, entao fui com vontade e dei aquela xupada com força, sabia que ia ficar a marca, ela gemeu gostoso: ahhhhhhhh ufuuuiii, me mata de prazer paizinho e annnnnnnn annnnmmnn gozou comigo mordendo seu pescoço.

Ficamos na cama um longo tempo conversando, Laiane voltou a falar do namoro fracassado e como estava didposta a dar um tempo com namorado e focar nos estudos, eu lógico tava adorando aquilo, vez por outra a gente se abraçava e se beijava, seu corpo foi esquentando o meu e o pau ja estava querendo ela de novo.

Levantei e peguei uma coberta daquelas que ficam no guarda roupa do hotel e forrei no chão entre uma cama e outra e levei ela pro chao.

Deitamos de frente um pro outro e eu beijava sua boca ja com a mao acariciando sua buceta. Me virei pro outro lado numa posicao de 69 só que nao fui com a boca em sua gretinha, encostei a cabeça acima do seu quadril e fiquei observando ela mamar. Naquela posiçao eu podia ficar acariciando seus cabelos, dando tapinha em sua buchecha, deixei ela mamar uns dois minutinhos pedi pra ela parar e fui mamar em seus seios. Laiane adorava quando eu mamava com força, parava beijava em sua boca e voltava a mamar, ela só faltava arrancar minha cabeça de tanta tezao que sentia nos seios, deixei ela ficar bem taradinha pedindo pra mim a fuder logo e fui com a boca em sua buceta pela segunda vez naquela noite, ela nao aguentava mais e gozou logo no inicio, esperei ela sair daquele transe de gozo e a penetrei de novo, minha filhinha gemia gostoso abracada a mim, antes de gozar parei e levei ela pra banheira, coloquei o pau em dua buceta e me curvei pra trás encostando na banheira, ela tambem gez o mesmo e ficamos segurando nas duas maos metendo e olhando um no rosto do outro, foi maravilhoso ver seu rostinho lindo, sua boquinha aberta e seus quadris indo e vindo dentro da banheira. Queria ver ela gozando e foi lindo sua expresao com os olhos fechados e a boca aberta gozando, inundei sua buceta gozando dentro e me curvei sobre ela a beijei longamente e saímos da banheira exausto.

Depois de tomarmos banho de chuveiro chamei ela pr irmos até o barzinho do hotel que ficava aberto até as duas trocamos de roupa e fomos pra lá. Laiane pediu cerveja e uma porçao pequena de batata, eu pedi um wisque e uma porçao pequena de peixe, o rapaz disse que talvez nao desce tempo pois ja era uma e vinte da manhã, mas com jeitinho convencemos ele e o rapaz da cozinha preparar. Ficamos tomando a bebida e aguardando, só tinha um cliente no bar um rapaz com cara de triste bebendo, começamos a conversar com ele e nos disse que tinha uma companhia que saiu e nao tinha voltado, depois de algum tempo ele disse que ia ver tv no quarto, layane pediu seu telefone e o acompanhou até a porta conversando, me disse depois que o rapaz era homossexual, eu sincetamente nao tinha percebido. As porções chegaram e devoramos, realmente tavamos faminto. subimos ao quarto já umas tres da manhã, atrasamos os caras do bar mas demos uma boa gratificação, no elevador abracei Laiane e apalpei sua bunda, falei sussurrando: minha gostosinha, chega logo elevadorzinho, quero minha gatinha nuazinha, ela sorriu e entramos no quarto.

Levei ela direto pro sofá , fui arrancando sua roupa e jogando no chao, tirei a minha e pus ela sentada de frente fui direto em sua buceta xupando com vontade, parei de xupar e fui em seus seios mamando como ela gostava, fui em cima e embaixo umas 5 veses, minha filhinha ja não dizia nada entendivel, só gemia e e me apertava, pus ela ajoelhada no sofá de 4, lambi seu cuzinho, encostei o pau. E ai lembrei do rapaz, falei no seu ouvido, liga pro garoto, ela entendeu o recado e ligou, peguei uma parte do fone e coloquei em mim, ela ficou com a outra, ela com o celular preso a uma prega do sofá ele atendeu: oi amiga, Laiane falou meio gemendo oooiii, encaixei o pau e meti a cabeça. Ela: aiiiii uhh ele disse baixinho oiii ta metendo, sim, sim, segurei ela pelos ombros e bati em sua bunda com força, estralou minha mao nas nadega dela, ele ouviu o tapa e disse ufff amiga que delicia pede pra ele meter pede. Laiane disse vai paizinho vai. Numa chamada só eu enterrei tudo. Ahhhhhhhhhh uiiiiii, o rapaz gritou mete amiga mete, eu comecei a cutucar e falar, mexe esse trazeiro gostoso minha cadelinha mexe safada, Laiane gemia fundo annnnnn annnnnnn paizinho. O rapaz incentivava ela, pede pau amiga pede pede, minha filhinha nao aguentava mais senti que ela ia gozar e levei a mao em sua buceta, o melzinho quente veio em minha mão. Ela disse pro rapaz boa noite tá e desligou. Tirei o pau e fiquei beijando ela por um bom tempo ai fomos tomar banho, banhamos e deitamos desta vez na cama dela. Era umas quatro e meia da manhã, fiquei deitado de conchinha e ela adormeceu.

Cochilei um pouquinho e acordei umas 6 hs, a bundinha dela colada em mim, senti aquele tezao, pus a mao por cima e comecei a massagear seus seios bem de leve, meu pau duro já, fui ajeitando por traz e encostei em sua buceta, ela acordou, ann gostoso pai, virei ela fiquei por cima e empinei um pouco sua bunda e meti devagar, fui enterrando e beijando sua nuca. Annnn paizinho, te amo. Falei no seu ouvido pera um pouquinho, fui até a mala e peguei uma capa peniana de 20 centímetro, quem ja usou dabe como ela fica grande e principalmente grossa, voltei com ela já no pau e um tubinho de lubrificante, puxei ela de volta a posicao de 4, lubrifiquei bem e encaminhei, na entrada ela já sentiu a diferença, ahhhhh pai que foi, falei em seu ouvido pus uma capa minha putinha, recolhe tudo, ela foi se mexendo, ahhhhhh papai mete mete, enterrei o resto, ai toma tudo putinha gostosa, rebola minha cadelinha, afff que tezao , dança minha cadelinha dança no meu pau, vai safada gostosa, ela quicava e gemia, nao aguentei aquilo, juntei ela pelos cabelos e meti com força. Annnnnn pai annnnnnn vou gozar paiii annnnannnnnnn, gozei também.

Dormimos já umas 7 hs e fomos acordar uma da tarde. O primeiro dia com ela no hotel foi o fantastico, metemos como se não houvesse o amanhã.

Deixe um comentário